Home / Noticias 2008 / 08-180

 

Museu traça a trajetória da cachaça no interior de SP



Museu em Tupã, cidade localizada no interior de São Paulo, conta aos visitantes a trajetória da bebida alcoólica tipicamente brasileira

A história da cachaça, bebida alcoólica tipicamente brasileira, pode ser conferida no Museu da Cachaça, localizado na cidade de Tupã (a 514 km de São Paulo). O lugar, que existe desde 2004, foi recentemente ampliado e passou a contar com salas temáticas.

Em uma delas, destinada a contar a história da cachaça, o visitante pode conferir painéis que mostram, cronologicamente, a trajetória da bebida, com muitas fotos e reportagens. Também é possível ler réplicas de cartas da época em que havia escravidão no Brasil.


O Museu também conta com uma ampla coleção de cachaças, que reúne mais de 2.000 garrafas do destilado --boa parte são raridades, como a Havana, que tem 50 anos.

A mostra também usa a história da cachaça para destacar momentos importantes da história do país. Entre outras curiosidades, ela conta que a bebida foi criada acidentalmente pelos escravos --que não tinham acesso a outros destilados.

Durante a produção de açúcar alguém se descuidou, e a massa da cana fermentou demais, dando origem à apreciada bebida alcoólica. E logo caiu no gosto das pessoas.

O Museu da Cachaça foi criado pela rede Água Doce Cachaçaria, que quer fazer da bebida um motivo de orgulho para os brasileiros. "Quando consumida com consciência, a cachaça não vicia. Além de gerar emprego e renda, a produção da bebida pode promover o Brasil no exterior. Basta que, como tudo, o produto seja consumido com moderação e apreciado nos momentos corretos", diz Delfino Golfeto, dono da rede.

Museu da Cachaça
De segunda a domingo das 10h às 19h. Na r. Nhambiquaras, 385, Tupã, tel. (0/xx/14) 3441-2321. Livre.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/
folha/turismo/noticias/ult338u453918.shtmll