Home / Noticias 2008 / 08-191

 

Sossego se reúne a praia e história em João Pessoa (PB)



Vista do conjunto de prédios do centro histórico de João Pessoa, capital da Paraíba, emoldurado pelo rio Sanhauá


O sol que brilha intensamente ao longo do ano é o mesmo. A brisa que sopra do mar e ameniza o forte calor, também. Assim como a vasta gama de tons entre o verde e o azul do onipresente Atlântico.

Menor e menos famosa que Natal (RN) e Recife (PE), a capital paraibana tem tudo aquilo que se espera de uma cidade costeira do Nordeste, mas vem se destacando nos últimos anos justamente pela tranqüilidade e segurança que já faltam em algumas de suas vizinhas.

Suas praias e atrações históricas recebem cada vez mais turistas, mas o sossego ainda supera o crescimento descontrolado que domina a maior parte das cidades costeiras do país.

Superlativos não faltam por aqui. Situada no extremo oriental das Américas, onde o sol nasce mais cedo e o Brasil mais se aproxima do continente africano, João Pessoa é considerada uma das cidades mais verdes do país. Além disso, é a terceira cidade mais antiga do Brasil, o que fica evidente em seu centro histórico, uma pequena porém bem mantida jóia de arquitetura colonial.

As atrações da cidade têm um quê de inexploradas, e talvez seja esse um dos maiores fascínios de uma ida a João Pessoa.

A cidade ainda se orgulha de ter algumas das mais belas praias urbanas do país, como Tambaú e Cabo Branco, e não é preciso ir longe para encontrar areias desertas.

A culinária, baseada na cozinha regional e na fartura do oceano, é outro destaque. E como se não bastasse, foi inaugurada neste ano o mais novo projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer, a Estação Cabo Branco Ciência, Arte e Cultura.

João Pessoa é um dos destinos que mais cresceu nos últimos anos. Resta torcer para que a tranqüilidade resista.

29º C
É a temperatura média anual

589 mil
Pessoas vivem em João Pessoa

30 km
É a extensão do litoral da cidade

2.850
Quilômetros, aproximadamente, separam a capital paraibana, a cidade mais oriental do Brasil, do continente africano


Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/turismo/noticias/ult338u462137.shtml